Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 

Resende

19° Min27º Max

Vargem Grande

Desmembrado do distrito de Fumaça em 1853, a localidade recebeu, em 1943, o nome de Ibitigoaia, passando logo depois, em 1944, à sua denominação atual: Pedra SeladDesmembrado do distrito de Fumaça em 1853, a localidade recebeu, em 1943, o nome de Ibitigoaia, passando logo depois, em 1944, à sua denominação atual: Pedra Selada, apesar de a população ainda chamar a localidade de Vargem Grande.

Nesta região surgiram as primeiras plantações de café no Vale do Paraíba, introduzidas pelo Padre Couto. Da fazenda de Antônio Bernardes Bahia saíram as primeiras sementes para o cultivo do café na região meridional fluminense e também para os municípios paulistas de Bananal e Areias. Resende também difundiu a cultura para o Oeste Paulista, através da lendária Caravana Pereira Barreto, que levou para lá mudas do Café Bourbon, cultivado na Fazenda Monte Alegre, em Vargem Grande.

Após o declínio da cultura cafeeira, os fazendeiros locais começaram a vender suas terras por preços irrisórios - situação que só foi superada com a vinda dos mineiros que compraram as fazendas, implantando aqui a pecuária leiteira. Hoje, além de razoável produção leiteira, a localidade produz manteiga, queijo, alguns cereais e tubérculos.

Distâncias da Vargem Grande:
Bagagem - 10 km; Vila da Fumaça - 13 km; Jacuba – 17,5 km; Cachoeira da Fumaça - 19 km; Rodovia Presidente Dutra - 17 km; centro de Resende - 20 km (Hospital - 22 km, Aeroporto - 23 km); Visconde de Mauá - 33,5 km.

ATRATIVOS DA VARGEM GRANDE

Fazenda Vargem Grande

A Fazenda Vargem Grande está integrada à paisagem urbana da sede do distrito. O nome anterior do povoado era o mesmo da fazenda até o ano de 1943 (atualmente, o nome oficial é Pedra Selada mas os moradores da região ainda a chama de Vargem Grande), segundo consta, em função da presença e importância dessa propriedade desde o século XIX. Da fazenda é possível avistar desde o centenário cemitério local, passando pela Igreja Matriz de Santo Antônio, ao lado deste, até a Igreja de Nossa Senhora da Penha.

Igreja Nossa Senhora da Penha
A Igreja da Penha foi construída no largo do cemitério da Vargem Grande, por iniciativa particular. Para a construção utilizou-se o dinheiro de arrecadações com caixinha e outros donativos. A obra da igreja foi concluída antes de 1879. Ao longo dos anos, a capela passou por várias reformas como a de 1967 onde o telhado, forro e pintura foram restaurados. Durante o ano, a igreja abriga a imagem do Senhor dos Passos, que é utilizada durante a Semana Santa. Atualmente, a capela só é aberta em ocasiões especiais, tais como: no dia de Finados ou da santa padroeira, Nossa Senhora da Penha.

Igreja Santo Antônio
Construída em 22/02/1848 com a sua fachada da porta principal voltada para a serra da Pedra Selada. Em 1880, devido a necessidade de atender melhor a comunidade que se achava em grande progresso, foi ampliada, sendo toda construída de pedras, muitas das quais transportadas por escravos, já que a base econômica da região era a produção cafeeira e utilizava essa mão-de-obra. Os sinos que fazem parte da torre da igreja possuem o emblema imperial, já que a ampliação corresponde ao período imperial, reinado de Dom Pedro II. A igreja, ainda possui algumas características da época da construção, tais como: o altar principal, as escadas de madeira que levam ao coro, o piso de tábua corrida e objetos litúrgicos.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

© Copyright 2020. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados