Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 

Notícia

03/07/2009

Secretaria de Saúde esclarece dúvidas sobre gripe suína

Saiba como evitar a doença

Secretaria de Saúde esclarece dúvidas sobre gripe suína

Crédito: Wagner Alves - ACOM/PMR

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Saúde e Qualidade de Vida, as pessoas que apresentarem sintomas da gripe suína ou tiverem dúvidas a respeito da doença devem procurar imediatamente as seguintes unidades médicas da Prefeitura: qualquer um dos postos de saúde - foto, dos módulos do Programa Saúde da Família ou o Hospital Municipal de Emergência. Outras informações podem ser obtidas também pelos telefones 2108-0908 e 2108-0904. Estes dois números são da Secretaria de Saúde do Município, que está reforçando as informações sobre o problema.

 

        Confira abaixo algumas destas informações:

 

Principais cuidados para evitar contaminação por qualquer vírus da gripe:

-         Lavar as mãos com água e sabão antes das refeições, antes de tocar os olhos, boca e nariz e após tossir, espirrar ou usar o banheiro;

-         Proteger com lenços (descartáveis, de preferência) a boca e o nariz ao tossir. Caso não tenha um lenço por perto, o ideal é usar o braço para proteção ao invés da mão;

-         Evitar tocar os olhos, boca ou nariz após contato com superfícies;

-         Evitar aglomerações e ambientes fechados;

-         Evitar contato com pessoas que pertençam ao grupo de risco (crianças menores de dois anos, idosos com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas, entre outras).

-         Manter ambientes ventilados;

-         Se doente, ficar em repouso e beber bastante líquido;

 

Que doença é essa?

        É uma gripe transmitida por um vírus mutante. Há bem pouco tempo, ele era transmitido somente de um porco para outro porco ou de um porco para o homem. Agora, o contágio também pode se dar de humano infectado para humano sadio. O vírus se transmite pelas gotículas de saliva e secreções respiratórias (forma direta) ou pelo contato com objetos que alguém contaminado tocou (forma indireta). Daí a importância de lavar sempre as mãos depois de tossir ou espirrar.

 

 

 

Casos suspeitos

        Se você chegou há menos de dez dias de algum país onde a doença está sendo detectada em grandes proporções, entre eles Argentina e Chile, para citar países próximos, e apresenta sintomas (como febre e dor de cabeça ou de garganta), é necessário procurar um serviço de saúde e comunicar às autoridades sanitárias.

        O mesmo vale para quem não viajou, mas convive com alguém (na mesma residência ou no ambiente de trabalho) que esteve nestas áreas há menos de dez dias, apresenta os sintomas ou foi diagnosticado como portador da Influenza A.

 

 

Palavras chaves: SAÚDE
Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

© Copyright 2022. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados