Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 

Secretaria de Saúde

18/03/2022

MUTIRÃO DE COMBATE À DENGUE DA PREFEITURA DE RESENDE VISTORIA MAIS DE 1.800 IMÓVEIS EM CINCO DIAS 

Trabalho preventivo identificou e combateu 14 amostras positivas

MUTIRÃO DE COMBATE À DENGUE DA PREFEITURA DE RESENDE VISTORIA MAIS DE 1.800 IMÓVEIS EM CINCO DIAS 

Crédito: Raimundo Brasil

Em mais uma etapa de mutirões, a Prefeitura de Resende deu sequência ao trabalho de combate à dengue. Do dia 7 ao dia 11 de março, as equipes comandadas pelo Comitê de Combate à Dengue vistoriaram 1.866 imóveis com o objetivo de identificar e combater os focos da doença que segue ganhando atenção da saúde pública no município. 

Na etapa mais recente dos mutirões foram percorridos os bairros Fazenda da Barra I, Jardim Esperança, Jardim do Sol, Barreira São Januário, Parque Embaixador, Campo Belo e Fazenda da Barra II. Em cerca de 1.400 imóveis as equipes não foram atendidas. De acordo com o secretário de Saúde, Tande Vieira, os focos do mosquito encontrados mostram a importância de que a população abra as portas para o combate à doença. 

- A gestão municipal atua de forma preventiva no sentido de evitar que a dengue volte a ser um grande problema. Hoje ela é uma preocupação e que recebe a atenção que merece. Por isso, é fundamental que a população esteja ao nosso lado nessa luta e contribua abrindo as portas para as equipes, que, com todo profissionalismo, atuam de maneira objetiva para localizar os locais com possíveis focos do mosquito. Desta forma, vamos conseguir vencer mais essa doença - comentou o secretário. 

Os mutirões de combate à dengue acontecem principalmente nos períodos mais chuvosos, quando há mais riscos de formação de água empoçada e, consequentemente, mais chances do surgimento do mosquito. As ações miram pontos estratégicos da cidade que possuem maior tendência a conter criadouros. O trabalho é constante e ganha atualizações do Comitê de Combate à Dengue, frente que é vinculada à Secretaria Municipal de Saúde.  

Armadilhas ovitrampa  

Além do mutirão para combater o mosquito Aedes Aegypti, os profissionais do CCZ realizam semanalmente a distribuição de armadilhas ovitrampa, que são vasos (tipo de planta na cor preta) com uma paleta de madeira dentro.  

A ovitrampa é posicionada em um local que simula o ambiente perfeito para a procriação do inseto. Dentro do recipiente é colocado uma quantidade de água que pode ser adicionada uma substância atrativa à fêmea para que ela deposite os ovos no recipiente. 

Palavras chaves: Dengue Aedes Aegypti Prevenção
Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

© Copyright 2022. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados