Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 

Desenvolvimento Urbano

09/02/2012

Instituto Marechal José Pessoa ganha a adesão de mais duas entidades

Criado em 2010 pela Prefeitura, instituto debate crescimento ordenado do Município

Instituto Marechal José Pessoa ganha a adesão de mais duas entidades

Crédito: Márcio Fabbian - ACOM PMR

O Conselho Municipal de Planejamento Estratégico e Assessoramento, denominado Instituto Marechal José Pessoa, volta a se reunir no próximo dia 29 de fevereiro, após um recesso iniciado desde a sua última reunião, no dia 21 de dezembro de 2012.

O Instituto é um órgão consultivo da administração municipal, vinculado à Secretária Municipal de Planejamento, e foi criado pela Prefeitura em setembro do ano passado com a atribuição de formular estratégias e diretrizes para o crescimento ordenado e o desenvolvimento sustentável do Município de Resende (foto).

Durante a última reunião, em dezembro, duas novas entidades foram aprovadas pela plenária para integrar o Conselho. São elas: a ADES (Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Resende) e a Seccional Resende da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

No dia 05 de janeiro deste ano, o Decreto 027/2012, já incluiu essas e mais três entidades que tinham sido aprovadas no dia 23 de novembro como integrantes do Instituto. As três entidades aprovadas em novembro foram a ACIAR (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Resende), a Associação dos Diabéticos de Resende e o Comitê Suprapartidário Renova Resende.

- Quando o Instituto Marechal José Pessoal foi criado, ele era integrado por 26 entidades. Hoje já somamos 31 entidades, que manifestaram o interesse em fazer parte desse projeto voltado ao desenvolvimento do Município - avaliou o secretário municipal de Planejamento e presidente do Instituto, Alfredo de Oliveira.

Segundo o secretário, durante a última reunião, o secretário de Urbanismo e Arquitetura do Município, arquiteto Ton Kneip, apresentou novas propostas para serem incluídas na revisão do Plano Diretor da cidade.

Estas propostas sugerem a criação de novos traçados de ciclovia; uma nova entrada para a cidade, com passagem subterrânea na altura do bairro São Caetano, passando sob a Rodovia Presidente Dutra e a ferrovia; e a construção de uma nova ponte sobre o Rio Paraíba do Sul; além de uma nova ligação da cidade na altura do bairro Paraíso, fazendo a ligação entre a Ferragens Negrão e o Posto Resendão.

As propostas do secretário Ton Kneip serão incluídas no projeto de revisão do Plano Diretor, cujos estudos contam com a assessoria técnica da PUC-RIO (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro).

Segundo Alfredo de Oliveira, a Prefeitura assinou novo convênio com PUC, que realizará toda a revisão do Plano Diretor num prazo de dez meses.

A criação do Instituto Marechal José Pessoa pelo prefeito José Rechuan (PP) é um desdobramento do trabalho de revisão do Plano Diretor do Município, realizado pela Prefeitura, em parceria com o NAT (Núcleo de Assistência Técnica aos Municípios), vinculado à PUC.

Fazem parte do Instituto, representantes dos seguintes segmentos: Poder Público Municipal; sociedade civil organizada; pensamento acadêmico; entidades representativas da Indústria, do Comércio, do Turismo, dos empreendedores imobiliários, dos órgãos de engenharia e arquitetura e dos órgãos ambientais do Município, todos especialistas em suas respectivas áreas de atuação.

Palavras chaves: PARTICIPAÇÃO DE SEGMENTOS ORGANIZADOS
Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

© Copyright 2022. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados