Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 

Desenvolvimento Rural

12/01/2011

Esquema de prontidão nas estradas rurais conta com 30 operários

Sete máquinas e sete caminhões estão mobilizados para atender chamadas de emergência

Esquema de prontidão nas estradas rurais conta com 30 operários

Crédito: Divulgação EMATER/RJ

Diante da possibilidade de novas chuvas, a Secretaria Municipal de Obras anunciou agora à tarde que pelo menos 30 operários estão mobilizados para atender possíveis chamadas de emergência nas estradas rurais de Resende. Segundo o prefeito José Rechuan (DEM), o objetivo do esquema de prontidão é garantir as condições nestas vias para o escoamento da produção agropecuária e o deslocamento dos moradores da Zona Rural à área urbana. Na foto, um trabalho de recuperação realizado na região da Vargem Grande. Os trabalhadores escalados para o esquema de prontidão vão contar com o apoio de sete caminhões e sete máquinas na realização de serviços voltados à liberação de trechos que possam ficar interditados devido às chuvas. As máquinas mobilizadas são três retro-escavadeiras e uma pá carregadeira. Até a manhã desta quarta-feira, dia 12, não havia nenhum ponto fechado à circulação de veículos nas estradas rurais de Resende. - Mas como a intensidade das chuvas tem sido cada vez maior, a Prefeitura está reforçando as ações de prevenção contra possíveis transtornos nas estradas rurais. Estaremos de prontidão no sentido de atender rapidamente possíveis problemas, garantindo com isso ao homem do campo as condições necessárias ao escoamento da produção agropecuária. Durante o tempo da seca, fizemos inúmeros serviços de manutenção e conservação nas estradas rurais, mas com a chegada da época das chuvas precisamos estar preparados para possíveis ações emergenciais – disse o prefeito. Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, a importância das boas condições de tráfego nas estradas rurais pode ser comprovada pela produção leiteira do Município, que fica entre 30 mil e 35 mil litros diários. A produção de leite é uma das atividades principais de 350 das 450 propriedades rurais cadastradas atualmente pela Prefeitura. Para Rechuan, “estes números reforçam ainda mais a importância das ações que assegurem a circulação de veículos pelas vias localizadas na Zona Rural”. Na manhã de hoje, o diretor de Obras da Prefeitura, engenheiro Miguel Dias, percorreu as estradas da Pedra Preta (região do distrito da Fumaça), Bonsucesso, Santo Antônio (Bulhões), Riachuelo e Limeira, as duas últimas responsáveis pela ligação de Resende com os municípios paulistas de São José do Barreiro e Arapeí, respectivamente. Em todas as vias vistoriadas pelo diretor, o tráfego estava sendo feito. No período da tarde, Miguel Dias iria às estradas localizadas na região da Boca do Leão. - Em alguns trechos, há a necessidade de um cuidado maior por parte dos motoristas, mas não existe até agora nenhum ponto totalmente fechado. Os problemas são normais nesta época do ano, porém estamos preparados para socorrer o mais rápido possível os trechos afetados por deslizamento de terras e queda de barreiras, entre outros transtornos comuns no tempo das chuvas fortes – disse Miguel Dias.
Palavras chaves: CHUVAS
Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

© Copyright 2022. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados