Resende

13° Min29º Max

Notícia

11/07/2018

PROJETO DE RESSOCIALIZAÇÃO JÁ ATENDE 25 APENADOS EM RESENDE

Iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura e o Judiciário, por meio da Fundação Santa Cabrini

Crédito: Carina Rocha

Vinte e cinco apenados da Casa de Custódia de Resende, instalada no distrito de Bulhões, que cumprem penas em regime semiaberto, ganharam uma nova oportunidade de refazer a vida, tendo o trabalho como alavanca principal. Os internos, que já estão atuando em obras executadas pela administração municipal, integram o projeto Ressocialização de Amor, que é uma parceria entre a Prefeitura de Resende e o Judiciário local, através da Fundação Santa Cabrini.

 

O objetivo do projeto social é levar esperança às pessoas que, em algum momento da vida cometeram delitos e crimes, e atualmente necessitam de ajuda para se reerguer. Para tal, os presos, que podem atuar em funções como auxiliar de serviços gerais, calceteiro, servente, pedreiro, jardineiro e pintor, foram direcionados para obras como a revitalização de uma praça, onde executam serviços de capina, jardinagem e recolhimento de folhas, além de pintura de canteiros, bancos e meio-fio.

 

A nova rotina dos internos começa às 7h da manhã quando eles são levados até o local de trabalho, e termina às 18h, quando retornam à Casa de Custódia, em Bulhões. Os apenados que integram o projeto serão beneficiados com a Lei de Execuções Penais (Lei 7.210/84), que prevê a redução da pena em um dia, a cada três trabalhados. Ainda de acordo com a lei, além de reduzirem o tempo de detenção, os presos serão remunerados mensalmente com um terço do salário mínimo.

 

- Essas pessoas precisam de oportunidades para enxergar a vida além do crime e é exatamente isso que este projeto propõe, partindo da premissa de que o trabalho é a maior ferramenta que dispomos para reintegrar os internos à sociedade, resgatando sua autoestima e dignidade - disse o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

 

A escolha dos internos que integram o projeto, atuando nas obras em andamento, foi feita de acordo com o histórico de cada detento. Os que possuem experiência na área, como mecânicos, eletricistas e pedreiros, foram selecionados por já serem capacitados para exercer tais tarefas.

Palavras chaves: Apenados Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

Redes Sociais

© Copyright 2018. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados