Resende

20° Min29º Max

Saúde

10/10/2019

HOSPITAL DE EMERGÊNCIA FAZ 25 ANOS EM MOMENTO ESPECIAL

Unidade de referência para região das Agulhas Negras ganha culto ecumênico, enquanto passa por reforma e modernização

Crédito: Carina Rocha

Maior, mais moderno e ainda com muitas outras melhorias em andamento. Este é o atual cenário do Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, que completou 25 anos de fundação no último dia 3. Para marcar a data, a Prefeitura de Resende promoverá um culto ecumênico nesta sexta-feira, 11, a partir das 9 horas, na sede do hospital, que é considerado referência para as cidades da região das Agulhas Negras. O HME foi inaugurado em 1994 e atende em média nove mil pacientes mensalmente.

Entre muitas autoridades municipais que estarão no local, o ato em agradecimento aos serviços prestados pela unidade contará com a presença do Bispo Emérito da Diocese Regional, dom Francisco Biasin. "Felizmente, temos muito o que celebrar nesta data, tanto pelas melhorias que já foram alcançadas como pelas outras que estão por vir. Um excelente momento também para destacar o valor da equipe que trabalha no hospital, pois sem eles nenhum avanço seria completo. Vamos celebrar e também assumir um compromisso de que ainda temos muito a fazer para melhorar a saúde pública de nossa cidade", disse o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

O hospital vem recebendo atenção especial da atual gestão desde 2017, mas foi a partir de 21 de janeiro que uma grande transformação teve início na unidade, com a chegada do programa "Revitaliza Resende". O projeto prevê troca do piso, telhado, portas, janelas, além de pintura e readequação de espaços importantes para garantir melhor qualidade de trabalho e atendimento ao público. Neste sentido, o processo de revitalização e modernização já contemplou o Hospital da Criança Albert Sabin (ala infantil do HME), assim como o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) foi totalmente renovado e reequipado.

Mais obras

As obras prosseguem no Pronto Socorro e ainda chegarão ao setor de repouso, consultórios e enfermaria. Em outra ação, a Prefeitura de Resende está construindo a nova farmácia do Hospital Municipal de Emergência. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, após a conclusão das obras, os pacientes do município poderão concluir o tratamento oferecido pelo HME em suas residências, já que a farmácia irá oferecer suporte com a distribuição de remédios 24 horas, sete dias na semana.

Outra boa notícia veio esta semana, quando o Hemonúcleo do hospital conseguiu consolidar a aquisição de sua primeira Licença de Funcionamento. O documento, que deve ser renovado anualmente, foi emitido pela Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado do Rio de Janeiro. Desde a sua fundação em 1993, o Hemonúcleo operava a partir de protocolos obtidos ano a ano. Pela primeira vez, com a apresentação de toda a documentação exigida, o Núcleo de Hemoterapia conseguiu tal licença.

Marcas históricas

O ano do 25º aniversário do Hospital Municipal de Emergência tem sido histórico de uma maneira geral para a Saúde Pública de Resende. Em agosto, o Programa Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde (PREFAPS) , desenvolvido pelo Governo do Estado, avaliou o atendimento prestado à população das cidades fluminense nos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS). O estudo dividiu a saúde básica em indicadores e apontou que apenas quatro municípios atingiram o mais alto patamar de metas cumpridas. Entre estas cidades está Resende.

Confirmando esse bom momento, o Ranking Connected Smart Cities 2019, feito pela consultoria Urban Systemse e divulgado anualmente para medir o potencial de desenvolvimento das cidades brasileiras, apontou Resende como a oitava melhor saúde do país.

Palavras chaves: Hospital De Emergência; 25 Anos; Referência Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

Redes Sociais

© Copyright 2019. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados