Resende

25º Min

25º Max

Home » Serviços »

Saúde

Botão Voltar
Botão Home

27/02/2018

RESENDE PROMOVE ATUALIZAÇÃO DE TÉCNICOS NO COMBATE A DOENÇAS TRANSMITIDAS POR MOSQUITOS

Agentes e vigilantes participam de capacitação com duração de uma semana, para reforçar cuidados com a população na luta contra doenças infecciosas

Créditos: Divulgação PMR

Atenta aos riscos da dengue e de outras doenças infecciosas, a Prefeitura de Resende atua no desenvolvimento de ações voltadas ao combate a tais ameaças à saúde da população. A fim de aprimorar os trabalhos realizados, mais uma ação teve início nesta terça-feira, dia 27, com a capacitação de vigilantes e agentes públicos que atuam na conscientização da população e no controle de incidência de transmissores de enfermidades.

 

Ao todo, 70 técnicos iniciaram o curso promovido pelo Município, com duração de uma semana. As aulas ocorrem no Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) e na Universidade Estácio de Sá.

 

Os profissionais estão divididos entre os dois pólos de acordo com as tarefas que desempenham, sendo no CCZ aqueles que lidam com equipamentos relacionados ao controle das doenças e na Estácio aqueles que trabalham diretamente com a população, através da prestação de orientações.

 

Segundo a Secretaria de Saúde, a capacitação tem como objetivo atualizar os agentes no trabalho diário, abordando temas como as inovações tecnológicas aplicadas no controle das doenças, além de instruções sobre o desempenho e procedimentos da rede pública nas atividades.

 

- A ideia é melhorar cada vez mais os cuidados com a população no combate às doenças endêmicas. Vamos atualizando e aprimorando cada vez mais o trabalho. É importante que todos os profissionais estejam alinhados e que instruam a população da forma mais adequada possível. E também precisam estar cientes das inovações tecnológicas e avanços relacionados à área – explica Alexandre Vieira, Secretário Municipal de Saúde.

 

Os métodos aplicados na conscientização da população ainda são muito discutidos pelos profissionais. A diminuição da ocorrência dos mosquitos pode acontecer também a partir da ajuda da população, que, instruída e bem informada, acaba trabalhando em conjunto com os agentes na prevenção das doenças.

 

Os esforços vêm gerando resultados. O município de Resende se mantém, por exemplo, sem nenhum caso registrado de Febre Amarela, tendo em vista o surto da doença na região, que atingiu cidades próximas. Graças também aos esforços da gestão municipal, a dengue é uma das doenças que vem apresentando redução muito considerável de casos. Se em 2015 foram registrados 8.629 casos de dengue no município, em 2017 esse número caiu para 17 ao longo de todos o ano.