Resende

25º Min

25º Max

Home » Serviços »

Saúde

Botão Voltar
Botão Home

15/12/2017

MAIS 300 ANIMAIS SERÃO BENEFICIADOS COM CIRURGIAS GRATUITAS NO CCZ DE RESENDE

Este ano, Centro realizou 1.234 castrações e viabilizou a adoção responsável de 105 animais, entre cães e gatos

Créditos:

edf40wrjww2noticias:credito
Jenny Faulstich

Centenas de pessoas dedicaram a manhã desta sexta-feira, dia 15, para cuidar da saúde de seu melhor amigo de quatro patas. Desde as primeiras horas do dia, elas estavam na sede do Centro Municipal de Controle de Zoonoses (CCZ), onde foi realizado o agendamento de 300 cirurgias de castração de cães e gatos. Os procedimentos, que terão início no dia 8 de janeiro de 2018, serão realizados entre os meses de janeiro e abril e estão entre os serviços mais procurados no CCZ, a exemplo da vacinação antirrábica.

 

Segundo o coordenador do Centro, o médico veterinário Rodrigo Campos, cada pessoa que compareceu ao CCZ hoje pela manhã teve direito de agendar a castração de até dois animais, desde que eles fossem um macho e uma fêmea, ou dois machos. As cirurgias em duas fêmeas do mesmo dono não foram autorizadas por enquanto.

 

De acordo com as estatísticas, o Centro de Controle de Zoonoses realizou, este ano, 2.399 atendimentos. Deste total, 1.234 procedimentos foram de cirurgias gratuitas de castração de cães e gatos. As cirurgias são feitas no centro cirúrgico do próprio CCZ, cuja sede recebeu várias melhorias este ano, incluindo a ampliação das instalações.

 

Além disso, o CCZ, que fica na Rua Eurídice Paulino de Almeida, 320, no bairro Vicentina II, viabilizou a adoção responsável de 105 animais. Para isso, o centro promoveu Feiras de Adoção em diversos pontos da cidade, como o Calçadão de Campos Elíseos e o Parque das Águas. O coordenador do Centro lembra que, ao longo deste ano, o CCZ passou por uma verdadeira transformação, comprovada pelo número de procedimentos realizados. Em janeiro, ao assumir a Prefeitura, a unidade estava com suas atividades paralisadas.

 

- Quando chegamos aqui, este prédio estava abandonado, com o canil ocupado por entulhos e o atendimento ao público, suspenso. Ao longo do ano, além de reativarmos os serviços, também fizemos modificações na unidade, criamos três consultórios veterinários, reorganizamos o canil e o estoque de alimentos, e ainda criamos uma agenda especial de atendimento, com três dias da semana dedicados ao público em geral, e dois ao atendimento de animais encaminhados pelas associações protetoras e representantes de ONGs – explica Rodrigo.