Resende

21° Min33º Max

Obras e Serviços Públicos

09/11/2018

COMITÊ DA DENGUE PROMOVE AÇÕES PREVENTIVAS EM PONTOS ESTRATÉGICOS

Limpeza de canais e retirada de entulho, além da revisão de pontos de esgoto, estão entre as atividades já realizadas

Crédito: Gleisiane Carvalho

Diversas secretarias municipais se uniram em Resende, através do Comitê de Combate à Dengue, para a realização de um trabalho integrado, que visa fiscalizar, analisar e propor ações de prevenção e combate à doença e ao mosquito transmissor. E os resultados dessa união de esforços já podem ser vistos por toda a cidade, através de uma série de ações que vão desde a revisão de pontos de esgoto; realização de mutirões para retirada de entulho; coleta, tratamento e análise de larvas, até a limpeza de canais, entre outras medidas.

 

Os trabalhos envolvem diversos setores da administração municipal, como a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, por exemplo, que ficou responsável, entre outras tarefas, pela limpeza de córregos e canais da cidade. Até o momento, cerca de 10 deles já foram beneficiados. Entre os quais estão os canais Norte e Periférico, na Cidade Alegria; o córrego na Rua Agenor Godoy, no Paraíso; os canais dos bairros Elite, Casa da Lua, Boa Vista I e Morada da Colina, além de um canal localizado no Surubi. Outra atribuição da Secretaria, e que também está sendo colocada em prática em diversos pontos da cidade, é a reforma e troca das tampas de bueiro. A medida evita o acúmulo de materiais que causam o entupimento da rede e provocam alagamentos.

 

Já no caso da Superintendência de Serviços Públicos, os esforços estão concentrados na retirada de entulhos e na limpeza de áreas cuja localização torna o ambiente suscetível à criação de larvas do mosquito. A superintendência já atuou na Avenida Beira Rio, Morro do Cruzeiro, Paraíso e Cidade Alegria, e fará também a revitalização da calçada na Rua Santa Efigênia, no Morro do Cruzeiro.

 

O comitê conta também com o apoio da Sanear (empresa de saneamento do município), que segue fazendo a revisão da rede de esgotos da cidade; com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, que promove ações sociais, com abordagens em locais onde há acúmulo de materiais que podem servir de criadouros do mosquito Aedes aegypti, como ferros velhos e pontos de reciclagem; além da Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Fiscalização de Postura e a AMAR (Agência do Meio Ambiente de Resende), que também desenvolvem atividades preventivas ou corretivas.

 

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Carolina Bittencourt, as ações do Comitê da Dengue são de grande importância para a manutenção do controle da doença que, em 2015, se transformou numa verdadeira epidemia no município.

 

- Cada setor vem cumprindo sua função como decidido e previsto pelo Comitê e assim conseguimos ser mais consistentes na luta contra a doença. Nossa próxima etapa é fortalecer ainda mais o Comitê com a integração de outros setores como o PSF, Educação e outros setores da Assistência Social, além da Superintendência de Relações Comunitárias, o que nos possibilitará investir mais na conscientização da população – explica a superintendente.

 

Mutirões

 

Além das ações de rotina, o Comitê de Combate à Dengue também já elaborou um calendário de mutirões, que serão desenvolvidos em vários pontos da cidade. A atividade visa recolher materiais que podem ser transformar em criadouros do mosquito, identificar e tratar focos domiciliares, e conscientizar os moradores sobre a importância das medidas preventivas. O primeiro deles está previsto para os próximos dias 24 (Itapuca, Baixada da Olaria e Elite) e 25 (Vila Santa Isabel e Vila Hulda). O mutirão será realizado das 8h às 17h, e contará com a participação da Cruz Vermelha e do Exército Brasileiroa, além de vários setores da Prefeitura.

 

Palavras chaves: Comitê Da Dengue Compartilhar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Mapa do site

Redes Sociais

© Copyright 2018. Todos os direitos reservados.

AM4 - Inteligência Digital de Resultados